Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Vereador Kaká diz que 13 cadeiras é o que recomenda a legislação vigente

O vereador Carlos Machado da Silva, Kaká (PT do B), cita apontamentos do jurídico da Câmara, quando o assunto foi debatido anteriormente, para justificar sua opinião quanto ao aumento para 13 cadeiras na próxima legislatura, “pois dessa forma, de acordo com o percentual de habitantes, cumprirá o que recomenda nossa legislação vigente”. “É bom frisar que a expectativa de crescimento habitacional é muito grande e São João da Barra poderá contar com mais quatro vereadores para representar. Isso não irá onerar para o município, pois o orçamento da Câmara continuará a mesma porcentagem, tendo apenas que o próximo presidente adequar, contando com os vencimentos de mais quatro vereadores”, disse Kaká.
Com relação aos anseios para o próximo pleito, o vereador, que está em seu segundo mandato, acredita que é cedo para responder. “Vim de uma campanha a deputado estadual, onde, mesmo não sendo eleito, consegui alcançar o objetivo que era ser o segundo mais votado no partido. Segundo as pesquisas, nosso partido faria dois deputados. Infelizmente não aconteceu devido ao grande número de abstenções. Conseguimos ainda unir uma série de lideranças, ser o segundo mais votado da cidade e passar alguns dos meus projetos não só para o Estado como para SJB”.
Kaká afirma que tem a intenção de continuar no atual e disputar o mesmo cargo que tem, mas não descarta mudanças. “Pretendo novamente me candidatar a vereador, mas vou ouvir a população e o grupo político a qual hoje faço parte antes de tomar qualquer decisão. Tenho um carinho enorme pelo PT do B e acredito que continuarei a levantar a bandeira desse partido que vem me apoiando nas decisões e atitudes enquanto legislador”.
Sobre a atual legislatura, ele considera que “tem mostrado muito maturidade e preocupação com as demandas trazidas pelas comunidades”, assim como os investimentos para o município. “É uma Câmara que manteve as iniciativas de aproximação com população da legislatura passada, como é o caso do projeto ‘Câmara Cultural’ e ainda ampliou, nos dando a oportunidade em diversas datas homenagearmos sanjoanenses que se destacam. Estamos atentos as questões portuárias e também com o que vem acontecendo a cerca dos royalties de petróleo. É uma Câmara participativa e transparente”, afirmou.
Quanto à relação com o prefeito Neco (PMDB), Kaká considera boa. “Me considero mais um elo na corrente que tem como objetivo o bem de SJB. Em relação ao relacionamento entre Executivo e Legislativo, já esteve mais conturbado. A Câmara é a Casa do Povo, é uma casa de debates, é o local onde debatemos ideias, projetos, a população tem voz. São poderes independentes, que se respeitam e que buscam uma harmonia para o bem do município e de nossa população”.
Na série, o vereador Alex Firme (PMDB) já respondeu aqui. Nesta sexta-feira (15) é a vez do vereador Elísio Rodrigues (PDT).

Fonte: http://fmanha.com.br/blogs/arnaldoneto/2015/05/14/kaka-13-cadeiras-e-o-que-recomenda-a-legislacao-vige
nte/

0 comentários: