Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Jovem esfaqueada por bombeiro presta novo depoimento

A jovem de 19 anos que foi esfaqueada, supostamente pelo bombeiro militar Fernando Penna, no dia 14 de julho, prestou depoimento nesta terça-feira (21) à tarde, na 141ª Delegacia de Polícia de São Fidélis. A vítima, que teve alta do hospital no último sábado (18), teria contado, segundo informações da polícia, que ela e a amiga Erika da Conceição, 29 anos, tinham dado carona ao bombeiro e após ser golpeada por ele não presenciou a execução da amiga.
De acordo com informações da Polícia Civil (PC), no depoimento, a jovem teria declarado que ela e a amiga foram à casa do bombeiro no bairro da Penha, ainda em São Fidélis, para buscar um documento. Logo após — por volta das 18h do último dia 14 — o suspeito teria pedido uma carona a elas para ir a uma padaria e então assumiu a condução do veículo.
Ainda segundo a polícia, ela contou ontem na delegacia, que em um determinado ponto, que não soube especificar onde era, porque estava mexendo no celular, Fernando teria tomado os aparelhos telefônicos de ambas e pedido para que elas trocassem de lugar com o veículo em movimento, Erika no caso teria passado para o banco da frente. A jovem relatou que foi neste momento que ele teria avisado que os três iriam morrer e pegou uma faca as ameaçando.
Ainda de acordo com o depoimento da vítima, ela teria tentado pegar a faca do bombeiro, que reagiu, segundo a jovem, dando duas facadas nela.  A vítima contou que desmaiou e só acordou depois de ser socorrida por populares já em Campos. Fernando Pena está preso no Rio de Janeiro.
Caso- Fernando Penna foi preso suspeito de ter matado a golpes de facas sua ex-esposa, a enfermeira Érika da Conceição, de 29 anos, e de ter cometido uma tentativa de homicídio contra a jovem de 19 anos, utilizando o mesmo material, na RJ 158, na altura de Morro do Gambá, na rodovia que liga Campos ao município de São Fidélis. De acordo com a Polícia Civil (PC), Fernando teria confessado o crime e, após denúncias anônimas, teria sido encontrado em uma residência, localizada em um condomínio no bairro Horto, em Campos. O local, segundo a PC, pertenceria a um amigo do bombeiro, que foi conduzido à delegacia para prestar maiores esclarecimentos. Ainda segundo a Polícia, o crime teria ocorrido no interior de um veículo de passeio, encontrado queimado na estrada de Cacomanga, na Tapera, na manhã de quinta-feira (16).
Folha da Manhã

0 comentários: