Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Manifestação contra à venda dos Royalties em SJB (16).




Na última quinta-feira (16) no Centro de São João da Barra aconteceu uma manifestação por volta das 16:30, iniciada com um minuto de silêncio in memória aos adolescentes que faleceram nos últimos dias em SJB, a Fernanda Meirelles e Wesley Almeida.


O “Movimento São João da Barra Livre”, criado no ano passado e que se diz apartidário, realizou um protesto com o objetivo de demonstrar insatisfação com o projeto de lei, baseado e uma resolução do Senado, que autoriza a municipalidade a contrair um empréstimo — uma antecipação de receitas baseadas na perda de arrecadação deste ano — tendo como garantia os royalties futuros.
“Diga não à venda dos royalties” era a frase cunhada na camisa dos cerca de 100 manifestantes que estiveram nas ruas no fim da tarde de quinta-feira (16). Políticos também participaram do ato, entre eles o vice-prefeito do município, Alexandre Rosa (PMDB), o vereador Alex Firme (PMDB) e a ex-prefeita Carla Machado (PT).
O projeto que pede autorização para contração do empréstimo foi enviado à Câmara pelo prefeito José Amaro Martins de Souza, o Neco (PMDB), no início de junho. No entanto, o presidente da Casa, Aluizio Siqueira (PMDB), devolveu o projeto ao Executivo no fim do mês passado, antes de ser apreciado.
Neste mês, Neco suspendeu o “Cartão Cidadão” e disse que sem a aprovação do projeto o município não poderia continuar a conceder o benefício. Para Aluizio, a atitude foi uma tentativa de “pressão política”.

(A.N.A.)
Fonte: Folha da Manhã
Foto: Elis Gomes/Divulgação

0 comentários: