Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Vereadores ouvem manifestantes do IFF em frente à Câmara

Alunos, pais de alunos e professores do Instituto Federal Fluminense (IFF) fizeram uma manifestação na frente da Câmara de São João da Barra na manhã desta sexta-feira (10), para cobrar segurança no trânsito nas imediações à instituição, que fica na BR-356, na chegada do município. Vários acidentes têm ocorrido no local, como o que aconteceu ontem (9), envolvendo a estudante Fernanda Meirelles, 15 anos, que estava de moto com sua mãe, Luciane Gomes. Fernanda morreu na hora e, sua mãe, está no Hospital Ferreira Machado.

Os vereadores, que se encontravam na Câmara para uma sessão extraordinária, ouviram as reivindicações dos alunos, que com cartazes de luto, pleiteiam radares eletrônicos, tachões e redutores de velocidade. 

O presidente da Câmara, Aluizio Siqueira, informou que o Legislativo tem aprovado diversas solicitações ao DNIT e que algumas já foram atendidas. “Estamos de braços abertos e sugiro que a gente crie uma comissão com todos os vereadores e com representantes do IFF para irmos ao DNIT”, disse Aluizio. Em seguida, o vereador Carlos Machado da Silva (Kaká) sugeriu que a comissão fosse ao DNIT ainda nesta sexta-feira, após a sessão.  

– Essa morte não ficará impune – disse Fernanda Queiroz, mãe de aluna. Ela também criticou a Campus Tur, que não estaria parando para apanhar os alunos. "Imagina a dor da família de Fernanda e de sua mãe que está nas últimas no hospital... Não podemos ficar de braços cruzados", disse Josimar França da Silva, pai de aluno.

O secretário de Transportes do município, Mário Rocha Filho, explicou aos manifestantes que, por se tratar de uma BR, a prefeitura precisa de autorização do DNIT. Ele informou, ainda, que já existem vários pedidos de instalação de radar eletrônico em frente ao IFF, mas que ainda não foi autorizado pelo órgão federal. Um representante da Guarda Civil Municipal afirmou que vai reforçar o efetivo de educadores de trânsito no local e vai tentar a liberação de uma viatura para ficar em frente ao IFF. 

Finte: Ascom - Câmara Municipal SJB


0 comentários: