Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Com 15 votos favoráveis, Câmara de Campos aprova “venda do futuro”

Por Alexandre Bastos, em 17-08-2015 - 18h29

Após quase oito horas de debate, com direito a troca de acusações, denúncias, mudanças de postura e ironias, a Câmara de Campos liberou, em primeiro turno, a antecipação de receitas, apontada como a “venda do futuro”.
Quem votou a favor: Mauro Silva (PT do B), Auxiliadora Freitas (PHS), Fábio Ribeiro (PR), Paulo Hirano (PR), Miguelito (PP), Albertinho (Pros), Jorge Magal (PR), Álvaro César (PMN), Ozéias (PTC), Thiago Virgílio (PTC), Abdu Neme (PR), Altamir Bárbara (PSB), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B), Dona Penha (DEM) e Neném (PTB).
Quem votou contra: Rafael Diniz (PPS), Fred Machado (SD), Marcão (PT), Nildo Cardoso (PMDB), José Carlos (PSDC), Gil Vianna (PR), Genásio (PSC), Dayvison Miranda (PRB) e Alexandre Tadeu (PRB).
Após a aprovação, os membros da oposição afirmam que o caso vai parar na Justiça. “Mais uma vez o governo mostrou a sua forma de agir. Não informou nada, não debateu de forma transparente e já articula com bancos para vender o nosso futuro. Não vamos permitir. A população, responsável por pagar essa conta, não pode ser atropelada desta forma. Vamos novamente à Justiça. Argumentos não faltam”, diz o vereador Rafael Diniz.
Já o vereador Mauro Silva (PT do B), líder do governo, diz que a oposição conta “historinhas”. “Chega de historinha. Trata-se de uma resolução aprovada pelo Senado, com tudo dentro da legalidade. Chega de historinha”, disse Mauro.



Folha da Manhã

0 comentários: