Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Nova licitação para implantação do fundo previdenciário de SJB


Esta é o segunda vez que a licitação é aberta
Esta é a segunda vez que a licitação é aberta


















A Prefeitura de São João da Barra divulgou no Diário Oficial desta quarta-feira (12) mais um aviso de licitação para contratação da empresa que prestará “serviços técnicos previdenciários para criação, implantação e assessoramento do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do município”. As empresas interessadas já podem retirar o edital na Prefeitura e a entrega das propostas acontece no dia 24 de agosto. Da primeira vez que a licitação para contratação de empresa técnica para tal serviço foi aberta (aqui), nenhuma empresa demonstrou interesse e o processo foi considerado deserto (aqui). Em entrevista recente à Folha da Manhã (aqui) o prefeito Neco (PMDB) havia antecipado que haveria nova licitação. “Autorizei novo processo licitatório para poder resolver essa questão. O meu interesse é resolver o mais rápido possível. Sei que é um sonho do servidor”, relatou Neco.
A implantação do RPPS é anseio antigo dos servidores públicos do município. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São João da Barra (Sispusba) chegou a acionar a Justiça (aqui) para garantir a implantação do RPPS, conforme previsto no Estatuto do Servidor. Antes mesmo de ser notificado, o prefeito Neco (PMDB) anunciou (aqui) que o regime previdenciário será instalado em junho. Depois, uma reunião (aqui) do prefeito com secretários foi o último passo anunciado pela Prefeitura, antes da abertura do processo licitatório. De acordo com o presidente do Sispusba, conhecido como Dudu do Sindicato, mais de 100 servidores municipais em condições de se aposentar só aguardam o novo regime previdenciário, já que não querem ser beneficiários do INSS.
Após a licitação ser considerada deserta, várias empresas procuraram a Prefeitura — assim como algumas fizeram contato com o blog para informações. A expectativa agora é que haja concorrência para que o RPPS possa  ser implantado.

0 comentários: