Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Familiares reconhecem corpo de jovem encontrado em aceiro, em Travessão

Foi liberado no Instituto Médico Legal (IML), de Campos, após reconhecimento por digitais e de familiares, o corpo do jovem Pedro Henrique Oliveira de Sá, de 18 anos, encontrado na manhã da última sexta-feira (18/08) em um aceiro de canavial a margem da Estrada do Periquito, no distrito de Travessão em Campos.
No mesmo dia em que o corpo foi encontrado, peritos encontraram uma carteira de identidade em um dos bolsos da vítima, e após confronto de impressões digitais foi possível apontar o município de origem. Pedro era morador do Parque Aldeia, no município fluminense de Cantagalo.
Em contato com a 153ª Delegacia Legal de Cantagalo, foi possível localizar familiares que estiveram nesta manhã em Campos, para tratar da liberação do corpo. Eles contaram que só tomaram conhecimento sobre a viagem da vítima através de mensagem enviado por celular pelo jovem, na quinta-feira, um dia antes de ser encontrado morto.
De acordo com a Polícia Civil da 146ª Delegacia Legal de Guarus, que investiga o crime, Pedro não tinha passagem pela polícia.
O corpo de Pedro foi encontrado por um motorista de uma usina, que passava pelo local, por volta das 07h. A vítima trajava casaco vermelho, bermuda cargo azul e tênis preto. 

Próximo ao corpo foram encontradas 10 cápsulas de calibre nove milímetros, o que possibilita que o crime tenha acontecido no mesmo local.
Segundo informações de peritos do Posto Regional de Polícia Técnica Científica (PRPTC), o jovem foi atingido com tiros no tórax, nas costas e no abdômen.
  Fonte Ururau

0 comentários: