Slider

Postagem em destaque

Idosos do SCFV visitam Retiro São João Batista

A programação de setembro para os idosos, promovida pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São João da Barra, por meio...

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Ações de combate à hanseníase e à tuberculose em SJB

Evento na Policlínica esclareceu sobre os principais sintomas, causas, diagnósticos e tratamento das doenças

Ações em São João da Barra marcaram o Dia Estadual de Conscientização, Mobilização e Combate à Hanseníase, comemorado nesta quarta-feira, 05, e o Dia Estadual de Luta Contra a Tuberculose, celebrado no dia 06 de agosto. A programação, na manhã desta quarta-feira, incluiu palestras, distribuição de folhetos e testes básicos, dando inicio à intensificação dos trabalhos de combate às doenças nas Unidades de Saúde do município durante todo mês de agosto.

Durante o evento, a secretaria de Saúde - por meio dos programas de Hanseníase e Tuberculose e com a participação também dos programas de Tabagismo e Hiperdia - realizou na Policlínica abordagem sobre as patologias com esclarecimentos relacionados aos principais sintomas, causas, diagnósticos e como fazer o tratamento.

Christiane Siqueira, enfermeira e coordenadora do Programa de Hanseníase, esclareceu que a doença possui no município poucos casos confirmados, mas é preciso que a população esteja atenta. 

“As manchas com diminuição ou perda da sensibilidade são sinais de que a pessoa pode ter hanseníase. É preciso estar atento porque as manchas podem aparecer em qualquer parte do corpo”, disse Christiane, acrescentando que o Programa trabalha com ações de prevenção em todas as Unidades de Saúde.
Coordenadora no município do Programa de Controle da Tuberculose, a enfermeira Daniele Gomes Crisostomo abordou, na palestra, a importância de ter o diagnóstico da doença logo no inicio, para assim evitar a transmissão em massa.

“A pessoa que estiver com os principais sintomas, e um deles é tosse por mais de três semanas, deve ficar alerta e procurar o quanto antes a Unidade de Saúde mais próxima, para logo que houver o diagnóstico ela seja encaminhada para tratamento, que tem em média a duração de seis meses”, explica Daniele, lembrando que o tratamento não pode ser interrompido.
O tratamento contra a tuberculose é feito na Policlínica, de segunda à sexta-feira, e o da Hanseníase, no Posto de Urgência (PU) de Barcelos, aos sábados.

Tuberculose - É uma doença contagiosa que atinge milhares de brasileiros e, em muitos casos, com decorrência de morte. A doença afeta prioritariamente os pulmões, seguida de sintomas que podem ser detectados facilmente. Entre eles estão cansaço excessivo, febre baixa geralmente à tarde, sudorese noturna, falta de apetite, palidez, emagrecimento acentuado, rouquidão e fraqueza.



Secom SJB

0 comentários: